Por que as metas de fim de ano nunca funcionam?

O início do ano geralmente remete a uma fase de renovações, começos e recomeços. Nessa época, é comum que muitas pessoas façam balanços do ano que passou e tracem metas para o novo ano. No entanto, muitos não conseguem levar essas metas adiante e acabam o ano bastante frustrados com aquilo que não pôde ser alcançado. Por que será que isso acontece? Metas são maneiras de transformar nossos sonhos em objetivos mais claros e estruturados. A internet está repleta de conteúdo sobre o assunto e uma das principais recomendações para que o planejamento corra bem é ter metas específicas, mensuráveis e com um limite de tempo para que sejam cumpridas. Desta forma, você não se perderia em meio a tantas coisas para realizar. Apesar de fazer certo sentido, acredito que a recomendação mais importante é de que suas metas estejam alinhadas com o seu propósito, com os seus desejos. Entrar em contato com o próprio desejo dá trabalho e por isso, algumas vezes, é mais fácil apenas seguir o fluxo e ir na onda do que todo mundo está fazendo: “A meta é tirar o açúcar do café? Quero também! É ler um livro por mês? Já estou fazendo! Juntar um milhão em 3 anos? Bem, vamos ver...” Brincadeiras à parte, neste momento, quero propor uma reflexão, tome um momento para si e responda com honestidade: Quem em mim quer alcançar essa meta? Por que eu almejo isso? Para quê? Para quem? Pode ser que você encontre respostas para essas perguntas facilmente, mas pode ser que seja muito difícil respondê-las. Pode acontecer também de você se dar conta de que a parte de você que quer alcançar determinado objetivo está baseada no medo da escassez; na necessidade de agradar alguém; ou na vontade de pertencer; pode ser que você não queira ser diferente e não queira ficar para trás. Se alguma de suas respostas se aproximar disso, repense seu caminho. Como eu disse, nos aproximarmos do nosso desejo é uma tarefa árdua. Entrar em contato com o desejo não significa reduzir a vida em um monte de metas para cumprir ano a ano. Não há problema nenhum em ter metas, mas quando elas estão distantes do desejo, fica muito difícil perseguí-las. Por isso vemos muitas pessoas desistindo no meio do caminho e se sentindo decepcionadas ou culpadas por não terem conseguido cumpri-las. Para conseguir ter metas e desejos alinhados, é preciso acolher nossa história, dar conta de quem fomos, entender quem somos e permitir um processo imaginativo para descobrir quem queremos ser. 

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo