top of page

Dica cultural: Filme Ida


O final de semana está aí e com ele a Dica Cultural é sentar no sofá e assistir ao filme Ida.


O filme é melancólico e o cenário apesar de lindo dá um tom gélido para a trama. Mas, apesar disso, pode ser muito interessante e reflexivo.

A história fala de uma noviça de nome Anna que, antes de fazer seus votos e tornar-se freira, aceita a recomendação da madre superiora do convento onde vive de ir visitar sua única familiar viva, a tia Wanda.

Ao encontrá-la, Anna descobre que seu nome na verdade é Ida e que ela e sua família eram judias. Sua tia Wanda conta que seus pais foram traídos, capturados e mortos pelos nazistas. Após essa revelação, as duas resolvem partir em uma jornada de resgate ao passado, em busca do local onde seus pais foram enterrados.

A meu ver, o ponto alto do roteiro é o enfoque dado à relação entre Ida e sua tia e ao questionamento, quase que velado, sobre as escolhas que fazemos na vida e que nos levam a determinados caminhos. Chama muito a atenção, por exemplo, o momento em que Wanda confronta a ideia de sacrifício através dos votos que Ida estava prestes a fazer. Como chamar de sacrifício abdicar de algo que ela nem ao menos deseja?

Ao lidar com as feridas do passado, Wanda enfrenta seus próprios fantasmas e Ida em meio às provocações da tia, procura testar seus limites, experimentar os “pecados” e assim, decidir entre levar uma vida “normal” - como sugere seu par, o músico Lis - ou voltar para uma vida reclusa dentro do convento. Parece que a decisão de Ida reflete um paradoxo: de que adianta uma vida em liberdade, se há tantos sacrifícios e amarras internas? A “vida normal” não atrai a personagem. O convento parece muito mais confortável, seguro e livre das confusões do mundo.

Eu não vou contar o final do filme, já contei bastante, aliás! Arrisquem-se nessa reflexão, talvez ela exija idas e vindas como as de nossa protagonista para fazerem sentido, mas valem à pena!


P.S.: Tem no Netflix, facinho de encontrar! Sem desculpas, assistam e contem o que acharam!

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page