Dica cultural: Livro - A metamorfose de Franz Kafka

Olá!


Essa semana o livro A Metamorfose de Franz Kafka completou seu centésimo aniversário. Então, em homenagem a este marco, a leitura desse livro é a minha dica cultural da semana!


Em Outubro de 1915, Franz Kafka publicaria sua obra em uma revista alemã, chamada Die Weissen Blätter – em português, As Folhas Brancas. Sua obra repercutiu muito na época e ainda hoje continua muito atual.

A história é sobre um caixeiro viajante - Gregor - que, um certo dia, acorda transformado em um grande e asqueroso inseto. O incômodo é todo do leitor, Gregor, ao contrário, parece tratar sua transformação de maneira quase indiferente. Todo o clímax da narrativa gira em torno de como a família de Gregor reage a essa transformação e sobre seu estado psicológico diante disso.

Pode parecer estranho, mas é uma metáfora sobre o modo capitalista da sociedade de lidar até mesmo com as relações mais próximas. A narrativa faz mostrar o quanto a responsabilidade de sustentar sua família pesava para Gregor. Sua dor maior acontece quando percebe que sua família tenta se livrar dele. Já não podendo mais sustentá-los, tampouco defender-se de suas agressões, Gregor sente o peso da rejeição e nos faz pensar sobre a crítica proposta pelo autor.

Kafka, usando a metáfora da metamorfose de Gregor – este grande inseto que faz com que o leitor se compadeça dele – faz uma crítica à sociedade, que no livro é representada pela família do protagonista. As relações, mesmo familiares, podem estar pautadas não no afeto, mas no interesse capitalista, que neste caso, é representado pela tragédia de Gregor, que sempre se sacrificou para poder sustentar seus familiares e, no momento em que deixou de ser produtivo, passou a ser rejeitado, maltratado e descartado por sua família. Dá mesmo um nozinho na garganta.


Então, ainda não leu? Corre lá, vá ler este clássico e sentir toda a sua estranheza!

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo