Ser ou não ser, eis a questão! Motivos para fazer Orientação Profissional




Olá!


Vocês sabem o que é a Orientação Profissional e por que ela pode ser tão importante nos processos de escolha de uma profissão ou mudança de carreira?


A orientação profissional é um processo que possibilita o autoconhecimento e o conhecimento sobre atividades profissionais, com o objetivo de facilitar a tomada de decisão profissional, conduzido geralmente por psicólogos. Outros profissionais, além de psicólogos, também podem exercê-lo, desde que tenham habilitação para tal.

O objetivo, então, da Orientação Profissional é o de facilitar o momento de decisão por uma carreira, que pode ser um momento de muitas angústias. Afinal, toda escolha pressupõe a existência de um conflito, de dúvidas e ansiedade.

Cada profissional tem um método para conduzir o processo de Orientação, mas em geral, ele compreende um conjunto de práticas que auxiliam o jovem ou o adulto a compreender melhor sua situação, considerando os aspectos pessoais, familiares, sociais, bem como, conhecer melhor as práticas profissionais e o mercado de trabalho, para que, assim, sua escolha profissional possa ser mais consciente e assertiva.

Não somente o jovem de 17 ou 18 anos que, ao final do Ensino Médio se vê em meio a diversas cobranças por escolher uma carreira, pode fazer Orientação Profissional. Também aqueles que já estão cursando uma faculdade, mas ainda tem dúvidas sobre que caminho seguir, ou os que já estão formados e trabalham há anos em determinada área, mas se perguntam se são realmente felizes e desejam mudar de carreira, podem se beneficiar da OP.


Dentre os motivos para fazer Orientação Profissional, destaco os principais:

  • Possibilita o autoconhecimento e o conhecimento das profissões;

  • Há apoio para lidar com a ansiedade da escolha e cobranças;

  • Permite que o jovem ou o adulto escolham sua carreira com mais consciência;

  • Evita gasto desnecessário de tempo e dinheiro implicados numa escolha mal feita;

Poder contar com apoio profissional em alguns casos pode ser muito mais vantajoso do que fazer uma escolha sozinho.


Para saber mais: Lima, Mariza Tavares. Orientação Profissional: Princípios Teóricos, Práticas e Textos para psicólogis e educadores. São Paulo: Vetor, 2007.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo